FAIRY TRADITION, MARCOS BAROLLI


18/08/2011


novo endereço: http://fairytraditon.blogspot.com

Escrito por Marcos Barolli às 11:17 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

12/07/2011


Olá irmãos e irmãs...estava eu por ai viajando pela net e encontrei esse horóscopo de fadas, e achei bonitinho e resolvi trazer ele pra vcs...abraços!!!!!

HORÓSCOPO DAS FADAS

ÁRIES

Fada: Morrigu

Características: Fada-Deusa guerreira, alta, esbelta, de cabeleira castanha e de rosto que apresenta finos traços angulosos. Foi ela quem conferiu força e valor sobrenatural a Cuchulainn, de modo que ganhou a guerra pelos Tuatha de Danann, as forças do bem e da luz e derrotou os escuros Fomorianos.

Virtudes que confere: ousadia, força e valor na luta contra contra o mal.

Ritual para obter seus favores: realizar uma oferenda de leite de vaca adicionando uma igual quantidade de farinha de cevada.

Dias propícios para invocá-la: 21, 22, 23, 24 e 25 de março.

TOURO

Fada: Licke

Características: é uma fada-cozinheira pequena e gordinha, de caráter pacífico e com sentimentos amorosos para com os seres humanos. É mencionada na Lista das Fadas de Allies.

Virtudes que confere: sendo uma fada cozinheira, é ela quem prepara a carne, oferecendo-nos os prazeres da fartura e da abundância.

Ritual para obter seus favores: ofereça-lhe uma moeda dourada que não deve ser usada até o mês seguinte ou realize uma oferenda de carne cozida que deve ser colocada debaixo de uma árvore frondosa.

Dia propicio para invocá-la: entre o 21 e 28 de abril.

GÊMEOS

Fada: Habetrot

Características: anciã de aspecto desagradável, com nariz grande, dentes tortos, cabelo desalinhado. Possui natureza bondosa e é protetora das fiandeiras da fronteira escocesa, a quem ajuda em seu ofício.

Virtudes que confere: paciência e precisão no trabalho artesanal.


Ritual para obter seus favores: ao realizar a invocação pronunciando seu nome, a pessoa deverá sentar-se sobre uma pedra furada no centro, lugar onde habitam essas fadas.

Dia propicio para invocá-la: entre os dias 14 e 21 do mês de Junho.

CÃNCER

Fada: Oonagh

Características: é a esposa de Finvarra, o rei das fadas ocidentais e dos mortos. Seu cabelo dourado chega até o solo e veste um traje de teia de aranha com gotas de orvalho, que brilham como diamantes.

Virtudes que confere: brilho pessoal, dignidade e confiança.

Ritual para obter seus favores: uma árvore de sabugueiro (se não for possível, faça um amuleto com essa madeira), gravar o nome da fada e em seguida pronunciar as seguintes palavras: “Ancã, dai-me um pouco de tu madeira, e eu te darei um pouco da minha quando me converter em árvore”.

Dia propicio para invocá-la: 7, 14, 21 de julho.

LEÃO

Fada: Domovic

Características: É uma fada do lar e guardiã da família proveniente da Rússia e vive detrás das lenhas nas chaminés ou lareiras. O fogo é seu elemento e quando ofendida pode incendiar toda casa em vingança.


Virtudes que confere: torna prática as tarefas cotidianas e outorga o dom do trabalho.

Ritual para obter seus favores: ofereça pasteizinhos caseiros recobertos de mel, que deve ser deixados cuidadosamente em um lugar onde possam ser encontrados casualmente.

Dia propicio para invocá-la: 6, 12, 18, do mês de agosto.

VIRGEM

Fada: Leanan Sidhe (o Espírito da Vida, a Amante Feérica)

Características: é uma fada de beleza deslumbrante; aparece toda vestida de branco e apresentando um longo e brilhante cabelo dourado.


Virtudes que confere: é protetora dos namorados, favorece os idílios e evita pequenas discórdias que atrapalham a felicidade do casal; outorga o dom da inspiração aos poetas cantores.

Ritual para obter seus favores: Invoque-a mediante a recitação dos seguintes versos: “Fada loira e dama brilhante; traga o amor que para mim foi destinado”.

Dia propicio para invocá-la: desde 3 dias antes a três dias depois da lua cheia (preferivelmente durante o mês de setembro).

LIBRA

Fada: Fylgiar

Características: A Fada Fylgiar é conhecida na mitologia nórdica por ser muito brincalhona. Se acredita que toda fada escolhe um protegido, um familiar, com o qual se une desde o nascimento, acompanhando-o por toda a vida. Segundo as lendas, Fylgia avisava sobre os acontecimentos, tanto os bons quanto os ruins, podendo chegar inclusive a revelar como será sua morte.


Virtudes que confere: A Fada serve ao seu protegido, tornando sua vida cheia de milagres, surpresas e o ajuda a descobrir o desconhecido.

Ritual para obter seus favores: colocar uma taça de água clara e limpa em um local que fique a noroeste da casa; renovar a água antes que turva.

Dia propicio para invocá-la: de 16 a 24 do mês outubro.

ESCORPIÃO

Fada: Meg Mullach, Maug Moulach ou Maggie Moloch

Características: seu nome significa “a peluda”, por seu abundante pêlo. Apresenta pele escura, rosto enrugado, não possui nariz e mede em torno de sessenta centímetros. Dirige as criadas da casa e serve as comidas como por arte de magia. É a melhor aliada na organização de festas.

Virtudes que confere: Infunde entusiasmo e ânimo festivo, transmite vitalidade e sabedoria popular.

Ritual para obter seus favores: falar em forma rítmica e com movimentos de dança: “A a luz da lua dançamos e jogamos, com a noite começa nosso dia, enquanto segue o baile cai o rocio , dançamos todos, rapazes , ligeiros como a abelhinha, de dois em dois e de três em três: vamos lá!, vamos lá!”.

Dia propicio para invocá-la: os dias 9, 18 do mês (preferentemente em novembro).

SAGITÁRIO

Hada: Ellyllon

Características: é uma fada diminuta que se alimenta de cogumelos vermelhos e da manteiga que as fadas extraem das raízes das árvores velhas.

Virtudes que confere: restitui a força e o entusiasmo pelo trabalho. Conduz ao caminho da prosperidade e afugenta a má sorte.

Ritual para obter seus favores: frite cogumelos com manteiga e coloque embaixo que qualquer árvore ao lado de uma vela verde acesa.

Dia propicio para invocá-la: 10 e 30 do mês de Dezembro.

CAPRICÓRNIO

Fada: Rainha Mab

Características: é uma linda fada diminuta que possui uma carruagem que é conduzida por insetos e é governante das fadas que fazem nascer os sonhos.

Virtude que confere: favorece todas as formas de restabelecimento e faz acelerar a realização de nossos êxitos financeiros. Transforma nossos sonhos em realidade.

Ritual para obter seus favores: Deixe em qualquer jardim um pratinho com leite e enterre 3 moedas douradas. Depois recite: "Rainha Mab, Tu que governas o mundo secreto de sonhos, ajuda-me! ... "

AQUÁRIO

Hada: Gwragged Annwn

Características: Pertence a família das donzelas do lago, é uma fada aquática bela e desejável, de longos cabelos de fios dourados.

Virtudes que confere: Beleza e sedução às mulheres, sensibilidade e segredos de medicina aos homens.

Ritual para obter seus favores: vestindo uma roupa azul, vá até a borda de um lago e deposite na beirada um saboroso pão quentinho.

Dia propicio para invocá-la: 19, 20 e 21 de fevereiro.

PEIXES

Fada: Grig

Características: do tamanho de um grilo, a alegre fada aparece vestida de verde e com um gorro cônico vermelho na cabeça.

Virtudes que confere: alegria e generosidade

Ritual para obter seus favores: se realiza una oferenda de maçãs pequenas que se depositam nos ramos de uma árvore.

Dia propicio para invocá-la: entre o dia 21 a 25 de fevereiro.

Escrito por Marcos Barolli às 11:32 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

MÃE-DEUSA

A Ti, Ó Mãe Terra ofereço minha alma e meu amor,
A Ti, Ó Deusa Sagrada, Criadora de todas as coisas
Mãe de Tudo o que Há,
Doadora da Vida, que a partir do Caos criou a Luz e a Harmonia
Mãe é Teu Nome Sagrado
Que Invoco neste momento
Em que busco Teu divino Olhar
Que a Tua Voz vibre na minha garganta
Que Sua Voz vibre e ressoe
Através da Voz de todos os Teus Filhos
Teus Sacerdotes Sacerdotisas que lhe servem e lhe amam
Mãe Negra do Tempo,
Face que esta por detrás de todas as formas

Nos Te pedimos
A Sua bênção, a Sua Força
Diante de todas as injustiças
E blasfêmias feitas a Ti
e aos Teus Filhos e Filhas
Zelai por nós Mãe Terra
Que Assim seja

Escrito por Marcos Barolli às 10:59 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

11/07/2011


Olá meus irmãos e e irmãs...perdoem a demora em publicar novos textos, mas a vida mundana nos faz deixar algumas coisas um pouco de lado, mas estou aqui de novo pra deixar um pouco de historia de magia...espero que gostem!!!! Abraços!!!!

Linha do Tempo da Bruxaria


a.e.c = antes da era cristã
d.e.c. + depois da era cristã

Cerca de 12000 a 10000 a.e.c.
- Encontradas estatuetas de uma Deusa da Fertilidade;
- Pinturas rupestres na França e Espanha descrevem danças circulares e um Deus (ou um sacerdote representando um Deus) vestindo peles de animais e chifres;

Cerca de 6000 a.e.c.
- A Bretanha tornou-se uma ilha – anteriormente, era unida ao continente europeu;

De 6000 a 5000 a.e.c.
- Início da agricultura no Oriente Próximo; antes viviam da caça (isso significa que o conceito de fertilidade da terra foi acrescentado ao da fertilidade humana e dos rebanhos – assim, novos ritos e crenças foram adicionados à religião e à magia);
- A agricultura também trouxe ao paganismo a importância do Sol e da Lua na vida das pessoas (colheitas, ciclos, morte, renascimento etc.);

3000 a.e.c.
- Neolíticos começam a se estabelecer na Bretanha (dizem que tais povos vieram do Norte da Ásia e, com isso, trouxeram consigo muitos cultos do Além Mundo, como por exemplo de Ísis e Osíris no Egito, em seus conceitos essenciais);

3350 a.e.c.
- Zodíaco de Glastonbury (sugere que as formas das colinas, rios etc ao redor de Glastonbury deram origem às figuras do zodíaco);

2000 a.e.c.
- Povos do início da Idade do Bronze chegam à Bretanha atraídos pelas minas de estanho;
- Construção dos aterros circulares;

1800 a.e.c.
- Construção de Stonehenge e da maioria dos monumentos megalíticos (que até hoje são lugares de poder para cultos pagãos);

1103 a.e.c.
- Refugiados de Tróia fundam Londres (data aproximada);

Século V a.e.c.
- Povos célticos da cultura hallstadt da Idade do Ferro invadiram a Bretanha e ocuparam partes do sudeste. Trouxeram armas de ferro e utensílios, e acredita-se que tais povos trouxeram os druidas como seus sacerdotes, mas é possíveis que os druidas fossem sacerdotes de tribos ainda mais antigas;

55 a.e.c.
- Tentativa fracassada de Júlio César de conquistar a Bretanha;

37 d.e.c.
- José de Arimatéia, com alguns companheiros, refugia-se da Palestina depois da crucificação e funda a primeira igreja cristã na Bretanha, em Glastonbury;

43 d.e.c.
- Um exército romano desembarca na Bretanha e ocupa o país durante 40 anos;

61 d.e.c.
- A Revolta de Boudicca (Boadicea);
- Massacre dos druidas pelo Império Romano;

120 d.e.c.
- A Bretanha é incorporada ao Império Romano por meio de tratado;

324 d.e.c.
- Por decreto do Imperador Constantino, o Cristianismo torna-se a religião oficial do Império Romano;

410 d.e.c.
- Queda de Roma e fim do domínio romano na Bretanha (foi neste quinto século que o rei Arthur deve ter vivido, caso tenha tido uma existência histórica);

553 d.e.c.
- O Conselho de Constantinopla declara a doutrina da reencarnação como sendo uma heresia;

597 d.e.c.
- Santo Agostinho traz o Cristianismo Papal para a Bretanha, agora extensivamente estabelecido entre os anglos, saxões, jutos e dinamarqueses;

607 d.e.c.
- recusa dos cristãos célticos em reconhecer a supremacia de Roma;
- Massacre dos bispos célticos;
- Incêndio da biblioteca de Bangor;

Século VIII
- “Liber Poenitentialis”, de Theodore, proibe a prática da dança usando máscaras de animal, especialmente as de animais de chifres (as pessoas tinham o costume de dançar usando máscaras, como os pagãos faziam);

900 d.e.c.
- O Rei Edgar lamentou o fato de que os Antigos Deuses eram muito mais adorados em seus domínios do que o Deus cristão;

906 d.e.c.
- Regino, em seu “De Eclesiástica Disciplinis”, apresenta o famoso “Canon Episcopi”, denunciando as “mulheres más” que cavalgavam pela noite “com Diana, a deusa dos pagãos”, obedecendo-a como uma deusa e sendo chamados ao seu serviço em certas noites. Esse texto serviu de autorização para a morte de milhares de pessoas;

1066: A conquista Normanda;
1090 a 1270: A era das Cruzadas que terminou em fracasso;

1100: Morte de William Rufus (que provavelmente era um pagão);

1207: Papa Inocêncio III começou a pregar a Cruzada Albigense, dirigida contra os cátaros no Sul da França;
1234: Extermínio dos Stendigers;
1290: Eduardo I expulsa os judeus da Bretanha;

1303: O Bispo de Coventry foi acusado de Bruxaria pelo papa;
1307 a 1314: Perseguição dos Cavaleiros Templários;
1316 a 1334: Período do papado de João XXII, autor de alguns dos primeiros decretos formais contra a Bruxaria;
1324: Julgamento de Dame Alice Kyteler pelo Bispo de Ossory. Ela refugiou-se na Bretanha, onde tinha amigos “bem colocados”; diziam que o Bispo era um deles e a julgou depois que esta cortou relações;
1349: Fundação da Ordem da Jarreteira por Eduardo III (que pode ter sido pagão);

1406: Rei Henrique IV instrui o Bispo de Norwich a procurar e prender as bruxas e feiticeiros na sua diocese;
1430: Julgamento de Joana D’Arc;
1484: Bula Papal do Papa Inocêncio VIII, “Summis desiderantes affectibus”, um ataque feroz aos hereges e bruxas);
1486: Publicação do “Malleus Malleficarum”, sinal da perseguição severa e difundida;

1541: A lei da Bruxaria foi aprovada no reinado de Henrique VIII. Isso indica que as bruxas eram reconhecidas como uma seita herética e confirma a velha história da “era das fogueiras”;
1547: A lei de Henrique VIII foi revogada por Eduardo VI;
1562: Outra lei da Bruxaria foi aprovada, no reinado de Elizabeth I. Na primeira ofensa, a punição era a exposição ao ridículo e, depois de três condenações, morte;
1563: O Parlamento da Rainha Mary, Rainha dos Escoceses, aprovou uma lei decretando morte às bruxas, o que resultou em uma média de 200 mortes por ano, durante um período de 39 anos. Durante os 9 primeiros anos, os números não chegavam a tanto, mas entre os anos de 1590 a 1593, as mortes chegaram a 400 por ano;
1584: Primeira edição de “Discoverie of Witchcraft”, primeiro livro a abordar a Bruxaria de forma racionalista e longe dos absurdos pregados; James I ordenou que o livro fosse queimado;
1597: James VI da Escócia publicou em Edimburgo seu tratado de Demonologia e Bruxaria, o que significa apoio da realeza à caça às bruxas;

1604: A Lei da Bruxaria de James I, a mais severa já introduzida na lei civil inglesa. Havia uma lista de três mil bruxas que foram executadas e, a partir daí, o número de execuções anuais foi para 500 (apenas na Bretanha). Durou muitos anos;
1644: Matthew Hopkins começou seu negócio como “General Caçador de Bruxas”, transformando-o em uma carreira lucrativa, oferecendo 20 xelins por bruxa encontrada; em seguida, ele teve vários imitadores;
1681: Lançamento do livro “Sadducismus Triumphatus”, em resposta à crescente descrença das pessoas mais instruídas a respeito da caça às bruxas; tinha-se tornado algo enfadonho;

1711: Último julgamento de Bruxaria na Grã-Bretanha. Jane Wenham foi julgada e considerada culpada pelo júri, condenada à morte, porém, o juiz não aceitou as provas e revogou o caso, libertando-a;
1722: Uma idosa foi queimada como bruxa em Domoch, na Escócia. Esta foi a última execução judicial na Escócia;
1735: No reinado de George II, a lei de Bruxaria de 1735, a qual dizia que, na verdade, a Bruxaria não existia e que ninguém deveria ser processado por isso no futuro, mas quem “fingisse” ter poderes paranormais deveria ser processado como impostor;
1749: Girolamo Tartarotti publicou o livro “Del Congresso Nottorno delle Lammie”, afirmando que a Bruxaria era derivada do antigo culto a Diana e fez uma distinção entre esta e a magia cerimonial, que procurava conjurar demônios; foi um dos primeiros escritores a tomar essa linha;

1809: Velhas idéias ainda persistem na escócia, quando é publicado o Dicionário de Brown, dizendo que uma bruxa é aquela que tem ligações com o diabo;
1848: O Espiritualismo moderno foi fundado como resultado das investigações dos fenômenos produzidos pelas irmãs Fox na América (tais fenômenos já tinham ocorrido antes, mas jamais foram investigados). A Igreja denunciou o Espiritualismo como “diabólico”;
1857: Allan Kardec reintroduziu publicamente a antiga doutrina da reencarnação na Europa;
1892 a 1897: Dr. Charles Hacks e Gabriel Jogand publicaram na França uma série de “revelações acerca do Satanismo”, com o máximo de sensacionalismo, mas nas quais o clero acreditava piamente. A maioria das descrições modernas de “Satanismo” é, na verdade, baseadas em tais “revelações”;

1921: A Dra. Margaret Alice Murray publica o famoso “Culto das Bruxas na Europa Ocidental”, seguido de “O deus das Feiticeiras”. Nesses livros, a autora declarou que a Bruxaria era o que restou das antigas religiões pagãs dos europeus, e não um culto ao diabo;
1939: Data aproximada em que Gardner começou a praticar Bruxaria;
1948: Publicação de “A Deusa Branca”, de Robert Graves, sobre as culturas de culto à Deusa;
1949: Gerald Gardner, sob o pseudônimo “Scirce”, publicou um romance histórico chamado “High Magic’s Aid”. Pelo que consta, era o primeiro livro escrito por um bruxo iniciado;
1951: Revogação das últimas leis anti-Bruxaria na Inglaterra;
1954: Publicação do livro “A Bruxaria Hoje”, de Gerald Gardner, o primeiro livro falando realmente sobre quem eram as bruxas e o que faziam;
1955: Uma mulher foi queimada como bruxa no México, a 85 milhas do Texas, sob as ordens de um sacerdote local, realizada pela polícia da cidade;
1963: Iniciação de Raymond Buckland no coven de Gardner;
1963 a 1965: Introdução da Wicca nos Estados Unidos por Raymond Buckland;
1964: A Wicca Alexandrina, ramificação da Gardneriana, entra nos Estados Unidos;
1971: Publicação do livro “Witchcraft From Inside”,d e Raymond Buckland; no mesmo ano, foi publicado o livro “What Witches Do”, dos Farrar;
1974: Publicação do “Livro das Sombras” de Lady Sheeba, uma versão do BOS gardneriano; no mesmo ano, Raymond Buckland publica “The Three”, afirmando que não existe nenhum problema em um bruxo iniciar a si mesmo e montar um coven, mesmo sem estar preparado para tal; depois deste livro, outros sugerindo o “como se iniciar” surgiram no mercado, aproveitando a onda;
1975: Início dos festivais pagãos, tais como o Pagan Spirit Gathering e o Pan Pagan, que duram até hoje; outros festivais foram surgindo durante a década seguinte;
1979: Publicação de “Dança Cósmica das Feiticeiras”, de Starhawk;
1996: Estréia do filme “Jovens Bruxas”, inspirado na religião Wicca;
1997: Lançamento da série Harry Potter que, junto com a internet, impulsionou um verdadeiro boom de buscas e informações sobre Bruxaria no mundo cada vez por mais pessoas;

 

 

Escrito por Marcos Barolli às 11:21 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

24/01/2011


 

 

Escrito por Marcos Barolli às 11:57 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Olá meus irmãos e irmãs...mais uma vez estou aqui pra deixar um pouco daquilo que aprendi em meus anos de estudo e dedicação a Fairy Tradition...ainda falando deste mês de janeiro, gostaria de dar uma dica a todos: este é um mês auspicioso pra se fazer e realizar tudo aquilo que nos prometemos o ano todo, NUNCA realizamos...sempre damos desculpas do tipo: "não tive tempo!!!", ou "faltou o ingrediente X...", e a pior de todas: " como é que faz mesmo??"; enfim, neste mês aproveite pra "dar uma geral" em todos os campos da sua vida, por em prática os projetos velhos, e por falar em velho, colocar o velho pra fora e dar chance pra o novo entrar em sua vida...

Começe por onde a maioria de nós fugimos: dando uma boa faxina em todos os seus pertences, armários, seu cantinho de ritual, enfim, por onde vvoce tem o costume de ficar em sua casa, e por todos os lugares em que seus pertences estejam;procure reunir as coisas em um local, não deixe espalhad por vários locais,e acima de tudo organize-se!! Deixe os objetos certos em seus lugares, ou seja, roupas e objetos pessoais em seus armário, cômoda, baú;retire desses locais revistas, objetos que não deviam estar ali, acúmulos de coisas, e , as vezes, lixo que jogamos em nossos armários por que a mãe mandou arrumar o quarto. Elime roupas, sapatos e outras coisas que estejam velhas, ou que vc possua em quantidade dobrada ou mais, como dois casacos de inverno, etc. Doe as coisas em bom estado, e a s que estiverem ruins, desfaça-se de maneira consciente: no lixo!!!  Não queira deixar aquela camiseta furada e rasgada, que vc adorava usar na escola, três números menor que seu manequim atual, mas que vc adora dormir com ela...vc não precisa disso mais!!! A seguir procure organizar suas coisas seu cantinho especial, o canto de meditações ou espaço de rituais: limpe-o, fisicamente falando, reorganize seu altar se tiver um, veja se as coisas sobre ele são funcionais e se estão inteiras, pois sabemos que muitas vezes nossos objetos cumprem um período de tempo ao nosso lado, e depois eles começam a se desfazer, perdem seu brilho, cor, se deterioram...é a hora de substituir ou colocar algo novo no lugar. E de suma importância: veja todas aquelas quinquilharias e bugigangas que a gente vai acumulando, os verdadeiros bibelôs de quarto de bruxa, que em sua maioria são coisas horrosas, que a gente adquire num impulso consumista, ou aquele amigo íntimo, super legal, mas de gosto duvidoso nos deu de presente na sua última viagem com aqueles dizeres lindos: " estive em...e me lembrei de vc!!"; livre-se de tudo, retire de seu ambiente de meditações ou ritualístico. Se puder, reponha em seu lugar coisas que sejam mais úteis, mas tempo parcimônia, e lembre que vc esta dando lugar ao novo na sua vida, mas de forma simbólica e sutil, e não vá se encher de porcarias que daqui a um mês vc não vai nem saber mais pra que serve...

Depois de tudo limpo e organizado, perfume suas roupas e armários com uma essência de seu signo, ou alguma de sua preferência; aromatizadores são ótimos pra esse fim, desde que vc os consagre, usando a mão de poder e visualizando uma luz branca e brilhante banhando o aromatizador; eu tenho uma preferência por usar expansores de consciência da "flor da alma" - quem quiser saber mais, acesse www.flordaalma.org/expansores - que além de serem muito perfumados, eles agem em outros campos energéticos de nossa consciência e corpos sutis. Reconsagre seu altar e seu espaço ritualístico e/ou de meditação, usando incensos, velas, fogo sagrado, água lustral, enfim, coisas que vc possua, ou deixe que sua intuição o guie; eu costumo usar a Invocação à Grande Mãe, que transcrevo abaixo:

INVOCAÇÃO À GRANDE MÃE

EU INVOCO A GRANDE DEUSA, SENHORA DE TODAS AS COISAS. OH, GRANDE MÃE ME ABENÇOE ATRAVES DE SEU PODER.SENHORA DOS ENCANTOS DA NOITE, SENHORA DOS MISTÉRIOS DA MAGIA, QUE SUA BENÇÃO SE ESPALHE SOBRE MIM! QUE SEUS PODERES E ENCANTOS SEMPRE CONSPIREM A MEU FAVOR...OH, SENHORA DO CÉU NOTURNO, DEUSA DA LUA E DA MADRUGADA, OH, DEUSA DAS TRÊS FACES, TRAGA-ME OS DONS DA LUA: NA CRESCENTE, ME DÊ CORAGEM, NA CHEIA, INVADA-ME COM TEU AMOR, NA MINGUANTE, TRAGA-ME SABEDORIA! DANÇAREI E CANTAREI AO REDOR DO CÍRCULO, NA HORA NOTURNA DO FEITIÇO. TRAGA-ME BOA SORTE PARA QUE TENHA FÉ, E MANTENHA A NOSSA ARTE COM CARINHO! PELO PODER DO TRÊS VEZES O TRÊS, QUE ASSIM SEJA E ASSIM SE FAÇA!!

Se quiser pode neste mes fazer contato com os Lares, ou espiritos caseiros e protetores das casas...consagre um canto a eles, coloque uma morada, e ali deixe oferendas periódicas para que sempre os Lares proteja vc, sua casa, família e seus bens...os meus ficam num porta-chaves na entrada da casa: todos os dias eu os saúdo e revencio, peço a proteção quando saio de casa, e que protejam meu lar durante minha ausência e durante a noite...essa é uma dica pra aqueles que se esquecem de suas obrigações como eu!!! Enfim, este mês, mesmo sendo o mês das férias e calor do verão, nos brinda com uma variedade de coisas que podemos realizar para termos uma vida mais plena e feliz, e no decorrer do ano, possamos alcançar talvez nem todos os nossos objetivos e sonhos, mas sim possamos chegar a mais um Ano Novo e um novo mês de Janeiro com motivos de sobra pra podermos agradecer felizes...

Bem, meus irmãos e irmãs, vou ficando por aqui, e espero que tenham ficados satisfeitos, e até a proxima...Abraços!!!!!!

Escrito por Marcos Barolli às 11:55 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

08/01/2011


ANO NOVO!!!!!!!

Olá Meus irmãos e irmãs...queria deixar aqui um grade abraço a todos e desejar um Novo Ano repleto de alegrias, muitas magias e novos começos a todos...que este seja um ano mágico, e que todos os seres do mundo dos fays estajem com vcs...aproveitem este primeiro mês deste novo ano pra avaliar tudo em suas vidas, vejam o que ainda vale a pena lutar, se pode ser reaproveitado, ou mudar algo pra que tudo se encaminhe. Se não valer a pena, mande pra longe, doe, transforme e siga em frente...faça uma avalição interna, recapitule suas diretrizes na vida, e siga em frente! Faça um um altar a uma Divindade de sua preferência ou que tenha afinidades e decore com flores, incenso, cristais, frutas e tudo o mais que sua intuição desejar e que tenha relação com a Divindade escolhida , e dedique durante este ano sua atenção e cultue-a...pegue uma vela prateada  e segure-a em suas mãos pra imantá-la e carregá-la com suas intenções pra este ano. Depois de imantar a vela com suas intenções, com essência de mirra ( ou outra de sua preferência) unte a vela sem encharcá-la. Acenda vela e erga-a aos Céus, e visualize a Divindade escolhida...diga com suas palavras, ou redija um poema o texto que expresse tudo aquilo que deseja pra vc e sua vida neste ano, e sele um compromisso com a Divindade que o ajudará neste caminho...sempre que sua vontade fraquejar - afinal, somos ainda meros mortais - repita este pequeno ritual com a vela, numa lua nova de preferência. Ainda neste mês, renove seus laços com seus guardiões pessoais e de seu lar, limpe suas moradas, faça novas moradas e reforçe os laços que os une...agradeça aos seus antepassados, os da carne, da arte e da terra, agradecendo-lhes por todo o legado deixado...enfim...este é um mês de  trabalhos e diversão, afinal, é férias, então faça tudo com amor, calma, dedicação e alegria...

Bem meus irmãos e irmãs, espero que o Pai Céu e a Mãe Terra estejam com vcs durante toda a sua trajetória em mais um ano... SUCESSO, AMOR, PAZ, SAÚDE, PROSPERIDADE, FÉ, E MUITA MAGIA FEÉRICA E SUAS VIDAS!!!! ABRAÇOS!!!!!!!!!

Escrito por Marcos Barolli às 10:25 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

21/12/2010


Olá meus irmãos e irmãs...hoje comemoramos o sabbath de Litha!!!Recebi uma mensagem de um amigo por esta data, e peço a licença a todos vcs e principalmente a este amigo que me permita deixar suas palavras aqui, para que todos possam desfrutar delas...

FELIZ SABBATH DE LITHA - O SOLSTÍCIO DE VERÃO

TRICOTEM ROSAS NA CLAREIRA DA FLORESTA...COLHAM AS ERVAS NOS PRIMEIROS RAIOS DO SOL...DEIXEM QUE SEU PODE R SE ANUNCIE NO COLO DA GRANDE DEUSA, NO CORPO DA DIVINDADE, NA MÃE TERRA...

EIS QUE A AQUI SE REVELA O GRANDE MISTÉRIO!ACENDAM INCENSOS, BEBAM O VINHO DA VIDA, CELEBREM A NATUREZA. A GRANDE RODA GIRA, E O TEMPO EQUILIBRA; EIS QUE  A MAGIA DO VERÃO DESPERTA, TRAZENDO A IMUTABILIDADE DA PERFEIÇÃO. ENQUANTO VEJO A GRANDE DEUSA CAMINHAR PELOS CAMPOS REPLETOS DE PROMESSAS, O DEUS SOLAR AFUGENTA OS PODERES DA ESCURIDÃO, E EU, CRIANÇA QUE SOU, SEGURO NA MÃO DA MINHA MÃE, E PASSEIO PELAS VERDES COLINAS, TATUADAS DE CALOR, REAPRENDENDO O AMOR, NESTE TEMPO QUE NÃO É TEMPO, NESTE MOMENTO EM QUE SINTO A SABEDORIA OBLÍQUA E DIVINA DA VIDA PULSANDO... E, ENTÃO, DESCANSO PLENO, ILIMITADO E ETERNO, ABRAÇADO AO SOLSTÍCIO DE VERÃO!!!

POR DHYLLAN

Feliz Litha meus irmãos e irmãs...

Escrito por Marcos Barolli às 9:13 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

14/12/2010


Olá irmãos e irmãs...

Perdoem a em postar novas informações, mas muitas coisas aconteceram: eventos, trabalho e problemas que todos nós temos na vida me fizeram  deixar um pouco o blog no esquecimento... então, mais uma vez peço desculpas e hoje quer lhes falar sobre um dos festivais das Fadas que se aproxima: "LITHA" ou "SOLSTÍCIO DE VERÃO".

O solstício de verão é umas das festas mais antigas reaziladas pelo homem pagão. Ela marca a o período de poder máximo, o apogeu do Deus Solar, sendo o dia mais longo do ano e também o começo do declínio do Deus Solar, que inicia sua jornada ao submundo antes de sua morte simbolica em Samhain o soltício de inverno.

Outros nomes usados para denominar esse período na Roda do Ano ( HN) são: ALBAN HERUIN, calendário druídico; ALBAN HEFIN, tradição anglo-saxã; BENÇÃO DO SOL, DIA DE ACÓPIO, em Gales; WHIT SUNDAY, WITHSUNTILDE, E VESTÁLIA, antiga Roma;  A FESTA DE ÉPONA, antiga Gália; DIA DE TODOS OS CASAIS, na Grécia; e  DIA DE SÃO JOÃO. Na tradição italiana de Aradian Strega, este sabbath  ( que as bruxas stregas chamam de treguendas em vez de sabbaths ) é conhecido como a FESTA DELL'ESTATE ( a festa o verão); entre os escandinavos, se celebra esta festa em outra data posterior, chamando-a de THING-TIDE. Na Inglaterra, se comemora o DIA DE CERRIDWENN, e seu caldeirão mágico. Na Irlanda, este é um dia dedicado à Deusa Fada Aine de Knockaine, também chamada de rainha das fadas. Ainda também, se celebra a Deusa Fada, irmã gêmea de Aine, Griann ou Grianne, que entre os celtas, era uma deusa solar,e comemorada neste dia. E, ainda nesta data, no norte da Europa, se celebra o "DIA DO HOMEM VERDE"

Nesse Sabbath, a Deusa esta grávida, plena de vida e possibilidades, devido ao seu encontro com o deus no Beltane. O Deus Sol é celebrado, pois esta no seu apogeu de força, e ainda celebra-se a paternidade que em breve se concretizará. A partir desta data, o poder do sol começa a entrar em declínio, e em breve o Deus Solar irá se transformar no Senhor Obscuro da morte, no Samhain. Este é o ritmo do sol, que representa o mesmo ciclo da vida humana- nacismento, crescimento, maturidade, declinio e morte/renascmento- e o mesmo se repete com a lua. Esta é uma data propícia para a realização de ritos de passagem, celebrar as futuras mamães e bebês que nascerão em breve.

Pelo calendário pagão, o verão tem seu inicio em Beltane e e tremina em Lughnassadh, sendo este o apogeu do mito que vem sendo preparado desde Imbolc: o fim da escuridão, da esterelidade e um periodo mais fértil, onde a vida se renova, com as bençãos do amor e calor dos Deuses.

Os simbolos relacionados a este Sabbath são a espada - simbolo do Deus Sol- e o caldeirão- simbolo da Deusa em sua plenitude.

Para nós aqui do hemisfério sul, a noite de Litha e um dos momentos mais carregados de magia, onde  o ar fica impregnado de toda a magia e encantanmentos, pois afinal, esta pode ser chamada a noite descrita tão bem por Shakespearre, em " Sonhos de uma Noite de Verão", uma noite onde seres de todas as espécies saem de suas tocas e casas e mais uma vez dançam ate ao amanhecer. Ninfas correm pelos campos com sua beleza sobrenatural, e por passam, nascem flores; gnoms e duendes e todos os tipos de fadas e elfos andam pela terra , transformando esta noite em um dia especial para se praticar a magia feérica. Porém, esta também é uma noite em que duendes e outros seres saem por ai pregando peças e dando sustos com as pessoas que se aventuram por locais mais solitários e ermos, e tbem aqueles que se aventuram a entrar em bosques e locais silvestres nesta noite encantada.

Diz uma lenda que nesta noite, um criatura chamada de selkie,que possui a aparência de uma foca, se despe desta pele, e tornam-se lindas mulheres e homens , e dançam na praia, porém, se algo os importuna, logo pegam sua peles de foca e voltam para o mar. É uma lenda muito semelhante ao do boto cor de rosa aqui na região norte do Brasil, que fala de um homem sedutor que sai a noite pra seduzir jovens donzelas.

Os dias e as noites do solstício são repletas de magias e lendas. É um tempo para realizar rituais que tragam o crescimento, a plenitude, e abundância, coisas relacionadas a este período, qdo a vida é mais fácil e há muitas horas diurnas para realzarmos nossas tarefas diárias, e ter tempo de sobra para nos divertirmos e repousar. É uma época de férias, de grandes festas ao ar livre, dormir, namorar a céu aberto...uma epoca propicia pra recordarmos da nossa infância, resgatar nossa criança interior e tentar esquecer nossos aborrecimentos e tristezas de todos os dias.

Deixo aqui para vcs um pequeno rito para esta época:

Espalhe flores de variadas cores, em especial amarelo ouro, por sua casa e sua área ritual. Perfume tudo com incensos florais e especiarias, e deixe que o ambiente se encha dessa energia. Monte uma mesa de guloseimas, doces e bebidas como hidromel, vinho licoroso, água e mel. No momento propício- sugiro no entardecer- colque uma música alegre e dançante, e feche os olhos. Busque sentir as presenças que estão presentes em todo o ambiente, ainda desconfiadas, mas curiosas com sua presença. Mande uma mensagem mental covidando-os a participarem desta noite com vc. Se permita dançar, cantar, ou simplesmente se movimentar ao som da música. Sinta que aos poucos a presenças começam a se movimentar ao seu redor e interagir com vc. Peça que as fadas façam parte de sua vida, e em seguida, ainda dançando, faça uma oferenda a Deusa Aine, agradeçendo mais uma vez. Encerre a sua dança com as fadas, e convide-as a ceiar com vc: sirva a primeira porção de comida em um prato e deixe à mesa e consuma os alimentos que ali estão. Se quiser um resgate de sua criança interior, procure deixar nesta mesa, comidas e guloseimas de sua infância, e no momento da ceia, lembre-se de seus momentos felizes quando criança. Fique neste aproveitando sua festa particular com as fadas pelo tempo que desejar. Finalize, recolhendo o prato que deixou as fadas, e deixe em um jardim florido, uma árvore forte e frondosa, um em um local verde e saudável.

Bem meus irmãos e irmãs, por enquanto é só, e espero que tenham gostado

Feliz Litha a todos!!!!!!

Escrito por Marcos Barolli às 3:54 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

26/11/2010


Olá meu irmãos e irmãs...

Hoje gostaria de partilhar com vcs uma pequena invocação diária que utilizo...é curta, fácil de decorar e espero que vcs possam fazer uso dela com os mesmos resultados que obtive! abraços a todos...

INVOCAÇÃO DIÁRIA

EU ME LEVANTO HOJE

PELAS FORÇAS DOS CÉUS

PELA LUZ DO SOL

PELO BRILHO DA LUA

PELO RESPLENDOR DO FOGO

PELA PRESTEZA DO VENTO

PELAS PROFUNDEZAS DO MAR

PELA ESTABILIDADE DA TERRA

PELA FIRMEZA DA ROCHA!

QUE ASSIM SEJA!!!

Escrito por Marcos Barolli às 8:29 AM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

18/11/2010


Olá irmãos e irmãs...

Mais uma vez, hoje gostaria de dividir um pouco daquilo que aprendi ao longo dos anos que me dediquei ao estudo da Arte...hoje gostaria de falar um pouco sobre os três selfs da tradição das fadas! Tentei transcrever em diversos rascunhos sobre os três selfs, porem não obtive um resultado satisfatório e claro o suficiente para divulgar aqui; eu mesmo, quando aprendi sobre os selfs, não foi la muito fácil, porque não sou do tipo paciente, que goste e curta meditar e ouvir a voz que vem de dentro... por esse motivo, decidi por divulgar o texto de uma de minhas autoras favoritas da Arte, Starhawk, pois foi através do estudo de seu livro "A Dança Cómica das Feiticeiras" que compreendi e pude acessar os três selfs...

Então peço a todos que hoje me desculpem, mas o texto que se segue, é o mais claro que conheço e que permite que todos possam compreender e então trabalhar os Selfs...boa sorte e bom aprendizado!!!

Marcos

trecho retirado do livro "A dança Cósmica das Feiticeiras - Guia de Rituais à Grande Deusa", de Starhawk, editora Nova Era

" (...)A consciência comum que desperta ve o mundo como sendo fixo; ela focaliza uma coisa de cada vez, isolando-a do entorno, um pouco como ver uma floresta escura com o auxílio de um estreiro raio de luz que ilumina uma só folha ou uma pedra solitária. a consciência extraordinária, a outra modalidade de percepção, é ampla, holistica e indeferenciada, enxerga padrões e relacionamentos no lugar de obejtos fixos. É a modalidade da luz das estrelas: pálida prateada, revelando o jogo de ramos entre laçados e dança das sombras, sentindo caminhos como espaço no todo.

Os aspectos psíquicos da Arte estão relacionados ao despertar da Visão da Luz das Estrelas - como eu gosto de chamá-la - e em treiná-la para que seja um instrumento útil.

(...) A consciência comum é altamente valorizada na arte, mas as bruxas estão cientes de suas limitações. Ela é, em um certo sentido, um padrão através do qual enxergamos o universo, um sistema de classificação culturalmente transmitido. Existem  infinitas maneiras de encarar o mundo; a "outra visão" nos liberta dos limites da nossa cultura.

Em feitiçaria, o " preço da liberdade"é, acima de tudo,  disciplina e responsabilidade. A visão da luz das estrelas é um potencial inerente a cada um de nós, mas muito trabalho é necessário para desenvolvê-la e treiná-la. Po deres e habilidades aduiridos através de uma percepção mais aguçada também devem ser utilizados de maneira responsável; caso contrário, como o anel de Sauron ( em o Senhor dos Anéis, de Tolkien), eles destruirãoos seus possuidores. Aqueles que desejam libertar-se devem também estar dispostos a se afstarem ligeiramente dos ditames da sociedade, se necessário for.

(...) Mas o preço final da liberdade é a disposição de encarar a mais assustadora de todas as coisas - nós mesmos. A visão da luz das estrelas, " outra maneira de ser", é a modalidade de percepção do inconsciente, e não a da mente consciente. As profundezas de nosso ser são todas ensolaradas;para enxergarmos claramente é preciso que estejamos dispostos a dar um mergulho no abismo inerior e escuro, e tomar conhecimento das criaturas que porventura lá encontraremos.

(...)Talvez a maneira mais convincente de apresentar a concepção de self da arte seja a de examinar alguns achados experimentais mais recentes de biólogos e psicólogos.(...) " O hemisfério esquerdo( ligado ao lado direito do corpo) está envolvido, predominantemente, com o pensamento lógico-analítico, em especial em funções verbais e matemáticas. Sua modalidade de operação é basicamente linear. Esse hemisfério aparenta processar informações em sequência". Tal como o raio de luz da lanterna, ele focaliza um assunto de cada vez, excluindo os outros. Ele percebe o mundo como sendo composto de coisas separadas, as quais podemos temer ou desejar e que podem ser manipuladas para se adequarem aos nossos propósitos.

(...) " O hemisferio direito ( associado ao lado esquerdo do corpo) parece especializado para  a mentalização holista. Sua capacidade linguística é bastante limitada. Esse hemisfério é basicamente responsável pela nossa orientação espacial, atividades artísticas, destreza, imagem corporal e reconhecimento de rostos. Ele processa a informação de maneira mais difusa que o hemisfério esquerdo e as suas responsabilidades exigem imediata integração de várias energias ao mesmo tempo". Esta é a visão da luz das estrelas, a qual percebe o universo como uma dança de energia em movimento, que "não postulam duração, um futuro ou um passado, uma causa ou efeito, mas um todo modelar, atemporal."

(...)Na tradição das fadas da feitiçaria, a mente incosciente é chamada de self mais jovem; a mente consciente de self discursivo. Visto que eles funcionam através de diferentes tipos de percepção, a comunicação entre os dois é dificil. É como se falassem línguas diferentes.

É o self mais jovem que diretamente experimenta o mundo, através da percepção holística do hemisfério direito. Sensações, emoções, energias essenciais, memória de imagens, intuição e percepção difusa são funções do self mais jovem. A sua compreensão verbal é limitada;ele se comunica através de imagens, emoções, sensações, sonhos, visões e sintomas físicos. A psicanálise clássica foi desenvolvida a partir das tentativas de interpretar o discurso do self mais jovem. A feitiçaria não só interpreta mas ensina como devemos nos comunicar com o self mais jovem.

O self discursivo organiza as impressões do self mais jovem, nomeia-as e as classifica em sistemas. Como seu nome implica, ele funciona através da consciência analítica e verbal do hemisfério esquerdo. Nele também esta contido o conjunto de normas verbalmente compreendidas que nos estimulam a fazer julgamentos sobre o que é certo e errado. O self discursivo comunica-se através de palavras, conceitos abstratos e números.

Na tradição da fadas , um terceiro self é reconhecido: o Self Profundo ou Self Deus, que não encontra correspondência adequada em nenhum conceito psicológico. o self profundo é o divino dentro de nós, a essência máxima e original, o espírito que existe além do tempo, espaço e matéria. É nosso nivel mais profundo de sabedoria e compaixão e é concebido como masculino e feminino, dois sentidos de consciência unidos como um. Ele é, com frequência, simbolizado como duas espirais unidas ou como o sinal da infinidade, o oito deitado. Na tradição das fadas, é chamado de Dian Y Glas, o Deus Azul. Azul simboliza o espiríto; dizia-se que o self profundo aparecia azul quando psiquicamente visto.

(...) A tradição das fadas ensina que o self profundo esta ligado ao self mais jovem e não diretamente associado ao self discursivo. Felizmente, não é necessário que estejamos quase mortos para percebermos o self profundo, uma vez que tenhamos aprendido o truque da comunicação. Não é a mente consciente, com seus conceitos abstratos, que se comunica com o divino; é a mente inconsciente, o self mais jovem que responde as imagens, desenhos, sensações e percepções. Para nos comunicarmos com o self profundo, a Deusa/Deus Dentro de Nós, recorremos a símbolos, à arte, poesia, mito e aos atos rituais que traduzem conceitos abstratos para uma linguagem do inconsciente."

Bem meus irmãos e irmãs, por hoje eu vou parando por aqui e espero que tenham gostado....

Abraços a todos e ate a próxima!!!!

 

 

Escrito por Marcos Barolli às 12:10 AM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

12/11/2010


Olá irmãos e irmãs...

Hoje quero deixar a vcs um pouco sobre o que é a Tradição das Fadas ( Fairy Tradition), ou como hoje é chamada, Fairy Wicca...

 

Existem diversas vertentes da Tradição das Fadas, e cada uma possui seus ritos e conhecimentos específicos que são passados de mestre a neófito, por meio de treinamento e práticas propostas pelos Elders da tradição.

Os ritos desta Tradição tiveram suas origens em costumes e hábitos de povos antigos da Europa, num periodo conhecido por Idade do Bronze ( por volta do ano  2200 a 800 aC). Devido a invasões e guerras ocorridas, diversos povos migraram para as colinas - entre eles o mais famoso é o povo Celta - e lá passaram a ser conhecidos Sides ou Pictos, e também chamados de duendes ou fadas, ou simplesmente, "Povo das Fadas".

No início do século passado, com o surgimento de movimentos feministas, surgiu também o movimento Neo-Pagão, que trouxe  à baila mais uma vez o culto da Deusa, e juntamente a Tradição das Fadas. Seus precursores foram Victor e Cora Anderson; Victor Anderson, foi iniciado em um coven da fairy Tradition, que na época, se diferenciava dos demais circulos e covens existentes com bases Gardnerianas. Este coven era chamado de "Coven Harpy", e se dissolveu na época da segunda Guerra Mundial. Na mesma época, Victor se casou com Cora, e juntos introduziram na Tradição, conhecimentos e práticas das Tradições Gardnerianas e Alexandrinas, o que mais tarde, iria resultar no que atualmente chamamos de "Fairy Wicca".

O casal Anderson iniciou muitos outros adeptos na Tradição das Fadas, sendo que um desses iniciados mais famosos foi Tom Delong - o pseudônimo de Gwydion Pendderwen - sendo ele o responsável pela divulgaçãodos conhecimentos da Fairy Wicca na comunidade Neo-pagã dos anos 70 ate inicio dos anos 80. Gwydion nos deixou em 1981, em um acidente de carro, mas deixou seu legado à Fairy Wicca através de textos, cânticos e liturgias utilizados ainda hoje por vários "Fays".

A tradição da fadas, como em outras tradições, é baseado em mistérios e o uso do poder, através de ritos sazonais e atividades mágicas, e o uso do drama ritual,          que visam aprimorar as aptidões naturais do aspirante a Tradição. Os mistérios masculinos e femininos são celebrados em ritos de passagem e práticas meditativas de introspecção e de busca ao Self Interior.

Outros mistérios - como os da terra, do céu, dos elementos entre outros - tambem são realizados em ritos específicos, mas, de modo geral, usa-se o que na tradição chama-se de "Pentáculos" para decifrar e compreender a tais mistérios.

Todos os Fays acreditam na comunicação direta com a Divindade; os Deuses, os elementos e elementais entre outros seres do mundo paralelo, são acessados pelo o que é chamado de "O Despertar da Visão das Estrelas". Nesta tradição também se acredita na exploração espiritual, seja através de um desenvolvimento espiritual ou do uso e estudo profundo de artes divinatórias e oráculos.

A característica primordial dos Fays, reside no uso do poder das fadas, caracterizado pelo conhecimento e domínio da natureza e a tudo que esta envolve. O culto à Terra como divindade, a Terra Mãe, é umas das mais fortes características da tradição das fadas.

As divindades para os Fays não são forças meramente arquetípicas; os Deuses da tradição das fadas são reais, e possuem a moralidade um pouco diferente do que podemos aceitar em nossos padrões pre-estabelecidos pela sociedade. Para que fique mais facil o entendimento, lembrem-se dos Deuses Olímpicos do passado clássico, com seus devidos aspectos e atribuições específicos e múltiplas, e com suas personalidades, também, específicas e múltiplas...a diferença é que, cada um dos seguidores desta tradição, possuem responsabilidades para com cada um dos deuses. Celebrá-los, cultuá-los é manter vivo e presente as Divindades assim como perpetuar a tradição das fadas.

Por enquanto é isso...logo divulgarei mais informações!!!

Abraços a todos!!!

Escrito por Marcos Barolli às 11:28 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

11/11/2010


Olá irmãos e irmãs...

Sejam bem vindos ao meu blog, irmãos e irmãs de Antiga Arte...criei este blog com a intenção de divulgar um pouco daquilo que aprendi ao longo de 15 anos de estudos  da Arte, meus erros e acertos neste caminho religioso/filosófico/espiritual que escolhi...espero que agrade a todos e esteja a altura de falar em nome dos Deuses.

Deixo aqui a todos uma Benção que utilizo em muitos de meus rituais:

ORAÇÃO CELTA

Que jamais em tempo algum, o teu coração acalente o ódio.

Que o canto da maturidade jamais asfixie a tua criança interior.

Que o teu sorriso seja sempre verdadeiro.

Que as perdas do teu caminho sejam encaradas como lições de vida.

Que a música seja a tua companheira de momentos secretos contigo mesmo.

Que teus momentos de amor contenham a magia de tua alma eterna em cada beijo.

Que os teus olhos sejam dois Sóis olhando a luz da vida em cada amanhecer.

Que cada dia seja um novo recomeço, onde tua alma dance na luz.

Que em cada passo teu fiquem marcas luminosasde tua passagem em cada coração.

Que em cada amigo, o teu coração faça festa, que celebre o canto da amizade profunda que liga as almas afins.

Que em teus momentos de solidão e cansaço, esteja sempre presente em teu coração a lembrança

de que tudo passa e se transforma, quando a alma é Grande e Generosa.

Que o teu coração voe contente nas asas da Espiritualidade Consciente,

para que tu percebas a Ternura Invisível tocando o Centro do teu Ser Eterno.

Que um suave acalanto te acompanhe, na terra ou no espaço, e por onde quer que o Imanente  Invisivel leve o teu viver.

Que o teu coração sinta a presença secreta do Inefável!

Que teus pensamentos e os teus amores, o teu viver e a tua passagem pela vida,

sejam sempre abençoados por aquele Amor que Ama sem nome.

Aquele Amor que não se explica, só se sente.

Que esse Amor transforme os teus dramas em luz, a tua tristeza em celebração,

e os teus passos cansados, em alegres passos de Dança Renovadora.

Que jamais, em tempo algum, tu te esqueças da Presença que está em ti e em todos os Seres.

Que o teu viver seja pleno de Paz e Luz...

Abençoado Seja!

 

Escrito por Marcos Barolli às 5:56 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, VILA AURORA, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, French, Arte e cultura, Moda
Outro -

Histórico