FAIRY TRADITION, MARCOS BAROLLI


12/07/2011


Olá irmãos e irmãs...estava eu por ai viajando pela net e encontrei esse horóscopo de fadas, e achei bonitinho e resolvi trazer ele pra vcs...abraços!!!!!

HORÓSCOPO DAS FADAS

ÁRIES

Fada: Morrigu

Características: Fada-Deusa guerreira, alta, esbelta, de cabeleira castanha e de rosto que apresenta finos traços angulosos. Foi ela quem conferiu força e valor sobrenatural a Cuchulainn, de modo que ganhou a guerra pelos Tuatha de Danann, as forças do bem e da luz e derrotou os escuros Fomorianos.

Virtudes que confere: ousadia, força e valor na luta contra contra o mal.

Ritual para obter seus favores: realizar uma oferenda de leite de vaca adicionando uma igual quantidade de farinha de cevada.

Dias propícios para invocá-la: 21, 22, 23, 24 e 25 de março.

TOURO

Fada: Licke

Características: é uma fada-cozinheira pequena e gordinha, de caráter pacífico e com sentimentos amorosos para com os seres humanos. É mencionada na Lista das Fadas de Allies.

Virtudes que confere: sendo uma fada cozinheira, é ela quem prepara a carne, oferecendo-nos os prazeres da fartura e da abundância.

Ritual para obter seus favores: ofereça-lhe uma moeda dourada que não deve ser usada até o mês seguinte ou realize uma oferenda de carne cozida que deve ser colocada debaixo de uma árvore frondosa.

Dia propicio para invocá-la: entre o 21 e 28 de abril.

GÊMEOS

Fada: Habetrot

Características: anciã de aspecto desagradável, com nariz grande, dentes tortos, cabelo desalinhado. Possui natureza bondosa e é protetora das fiandeiras da fronteira escocesa, a quem ajuda em seu ofício.

Virtudes que confere: paciência e precisão no trabalho artesanal.


Ritual para obter seus favores: ao realizar a invocação pronunciando seu nome, a pessoa deverá sentar-se sobre uma pedra furada no centro, lugar onde habitam essas fadas.

Dia propicio para invocá-la: entre os dias 14 e 21 do mês de Junho.

CÃNCER

Fada: Oonagh

Características: é a esposa de Finvarra, o rei das fadas ocidentais e dos mortos. Seu cabelo dourado chega até o solo e veste um traje de teia de aranha com gotas de orvalho, que brilham como diamantes.

Virtudes que confere: brilho pessoal, dignidade e confiança.

Ritual para obter seus favores: uma árvore de sabugueiro (se não for possível, faça um amuleto com essa madeira), gravar o nome da fada e em seguida pronunciar as seguintes palavras: “Ancã, dai-me um pouco de tu madeira, e eu te darei um pouco da minha quando me converter em árvore”.

Dia propicio para invocá-la: 7, 14, 21 de julho.

LEÃO

Fada: Domovic

Características: É uma fada do lar e guardiã da família proveniente da Rússia e vive detrás das lenhas nas chaminés ou lareiras. O fogo é seu elemento e quando ofendida pode incendiar toda casa em vingança.


Virtudes que confere: torna prática as tarefas cotidianas e outorga o dom do trabalho.

Ritual para obter seus favores: ofereça pasteizinhos caseiros recobertos de mel, que deve ser deixados cuidadosamente em um lugar onde possam ser encontrados casualmente.

Dia propicio para invocá-la: 6, 12, 18, do mês de agosto.

VIRGEM

Fada: Leanan Sidhe (o Espírito da Vida, a Amante Feérica)

Características: é uma fada de beleza deslumbrante; aparece toda vestida de branco e apresentando um longo e brilhante cabelo dourado.


Virtudes que confere: é protetora dos namorados, favorece os idílios e evita pequenas discórdias que atrapalham a felicidade do casal; outorga o dom da inspiração aos poetas cantores.

Ritual para obter seus favores: Invoque-a mediante a recitação dos seguintes versos: “Fada loira e dama brilhante; traga o amor que para mim foi destinado”.

Dia propicio para invocá-la: desde 3 dias antes a três dias depois da lua cheia (preferivelmente durante o mês de setembro).

LIBRA

Fada: Fylgiar

Características: A Fada Fylgiar é conhecida na mitologia nórdica por ser muito brincalhona. Se acredita que toda fada escolhe um protegido, um familiar, com o qual se une desde o nascimento, acompanhando-o por toda a vida. Segundo as lendas, Fylgia avisava sobre os acontecimentos, tanto os bons quanto os ruins, podendo chegar inclusive a revelar como será sua morte.


Virtudes que confere: A Fada serve ao seu protegido, tornando sua vida cheia de milagres, surpresas e o ajuda a descobrir o desconhecido.

Ritual para obter seus favores: colocar uma taça de água clara e limpa em um local que fique a noroeste da casa; renovar a água antes que turva.

Dia propicio para invocá-la: de 16 a 24 do mês outubro.

ESCORPIÃO

Fada: Meg Mullach, Maug Moulach ou Maggie Moloch

Características: seu nome significa “a peluda”, por seu abundante pêlo. Apresenta pele escura, rosto enrugado, não possui nariz e mede em torno de sessenta centímetros. Dirige as criadas da casa e serve as comidas como por arte de magia. É a melhor aliada na organização de festas.

Virtudes que confere: Infunde entusiasmo e ânimo festivo, transmite vitalidade e sabedoria popular.

Ritual para obter seus favores: falar em forma rítmica e com movimentos de dança: “A a luz da lua dançamos e jogamos, com a noite começa nosso dia, enquanto segue o baile cai o rocio , dançamos todos, rapazes , ligeiros como a abelhinha, de dois em dois e de três em três: vamos lá!, vamos lá!”.

Dia propicio para invocá-la: os dias 9, 18 do mês (preferentemente em novembro).

SAGITÁRIO

Hada: Ellyllon

Características: é uma fada diminuta que se alimenta de cogumelos vermelhos e da manteiga que as fadas extraem das raízes das árvores velhas.

Virtudes que confere: restitui a força e o entusiasmo pelo trabalho. Conduz ao caminho da prosperidade e afugenta a má sorte.

Ritual para obter seus favores: frite cogumelos com manteiga e coloque embaixo que qualquer árvore ao lado de uma vela verde acesa.

Dia propicio para invocá-la: 10 e 30 do mês de Dezembro.

CAPRICÓRNIO

Fada: Rainha Mab

Características: é uma linda fada diminuta que possui uma carruagem que é conduzida por insetos e é governante das fadas que fazem nascer os sonhos.

Virtude que confere: favorece todas as formas de restabelecimento e faz acelerar a realização de nossos êxitos financeiros. Transforma nossos sonhos em realidade.

Ritual para obter seus favores: Deixe em qualquer jardim um pratinho com leite e enterre 3 moedas douradas. Depois recite: "Rainha Mab, Tu que governas o mundo secreto de sonhos, ajuda-me! ... "

AQUÁRIO

Hada: Gwragged Annwn

Características: Pertence a família das donzelas do lago, é uma fada aquática bela e desejável, de longos cabelos de fios dourados.

Virtudes que confere: Beleza e sedução às mulheres, sensibilidade e segredos de medicina aos homens.

Ritual para obter seus favores: vestindo uma roupa azul, vá até a borda de um lago e deposite na beirada um saboroso pão quentinho.

Dia propicio para invocá-la: 19, 20 e 21 de fevereiro.

PEIXES

Fada: Grig

Características: do tamanho de um grilo, a alegre fada aparece vestida de verde e com um gorro cônico vermelho na cabeça.

Virtudes que confere: alegria e generosidade

Ritual para obter seus favores: se realiza una oferenda de maçãs pequenas que se depositam nos ramos de uma árvore.

Dia propicio para invocá-la: entre o dia 21 a 25 de fevereiro.

Escrito por Marcos Barolli às 11:32 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

MÃE-DEUSA

A Ti, Ó Mãe Terra ofereço minha alma e meu amor,
A Ti, Ó Deusa Sagrada, Criadora de todas as coisas
Mãe de Tudo o que Há,
Doadora da Vida, que a partir do Caos criou a Luz e a Harmonia
Mãe é Teu Nome Sagrado
Que Invoco neste momento
Em que busco Teu divino Olhar
Que a Tua Voz vibre na minha garganta
Que Sua Voz vibre e ressoe
Através da Voz de todos os Teus Filhos
Teus Sacerdotes Sacerdotisas que lhe servem e lhe amam
Mãe Negra do Tempo,
Face que esta por detrás de todas as formas

Nos Te pedimos
A Sua bênção, a Sua Força
Diante de todas as injustiças
E blasfêmias feitas a Ti
e aos Teus Filhos e Filhas
Zelai por nós Mãe Terra
Que Assim seja

Escrito por Marcos Barolli às 10:59 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

11/07/2011


Olá meus irmãos e e irmãs...perdoem a demora em publicar novos textos, mas a vida mundana nos faz deixar algumas coisas um pouco de lado, mas estou aqui de novo pra deixar um pouco de historia de magia...espero que gostem!!!! Abraços!!!!

Linha do Tempo da Bruxaria


a.e.c = antes da era cristã
d.e.c. + depois da era cristã

Cerca de 12000 a 10000 a.e.c.
- Encontradas estatuetas de uma Deusa da Fertilidade;
- Pinturas rupestres na França e Espanha descrevem danças circulares e um Deus (ou um sacerdote representando um Deus) vestindo peles de animais e chifres;

Cerca de 6000 a.e.c.
- A Bretanha tornou-se uma ilha – anteriormente, era unida ao continente europeu;

De 6000 a 5000 a.e.c.
- Início da agricultura no Oriente Próximo; antes viviam da caça (isso significa que o conceito de fertilidade da terra foi acrescentado ao da fertilidade humana e dos rebanhos – assim, novos ritos e crenças foram adicionados à religião e à magia);
- A agricultura também trouxe ao paganismo a importância do Sol e da Lua na vida das pessoas (colheitas, ciclos, morte, renascimento etc.);

3000 a.e.c.
- Neolíticos começam a se estabelecer na Bretanha (dizem que tais povos vieram do Norte da Ásia e, com isso, trouxeram consigo muitos cultos do Além Mundo, como por exemplo de Ísis e Osíris no Egito, em seus conceitos essenciais);

3350 a.e.c.
- Zodíaco de Glastonbury (sugere que as formas das colinas, rios etc ao redor de Glastonbury deram origem às figuras do zodíaco);

2000 a.e.c.
- Povos do início da Idade do Bronze chegam à Bretanha atraídos pelas minas de estanho;
- Construção dos aterros circulares;

1800 a.e.c.
- Construção de Stonehenge e da maioria dos monumentos megalíticos (que até hoje são lugares de poder para cultos pagãos);

1103 a.e.c.
- Refugiados de Tróia fundam Londres (data aproximada);

Século V a.e.c.
- Povos célticos da cultura hallstadt da Idade do Ferro invadiram a Bretanha e ocuparam partes do sudeste. Trouxeram armas de ferro e utensílios, e acredita-se que tais povos trouxeram os druidas como seus sacerdotes, mas é possíveis que os druidas fossem sacerdotes de tribos ainda mais antigas;

55 a.e.c.
- Tentativa fracassada de Júlio César de conquistar a Bretanha;

37 d.e.c.
- José de Arimatéia, com alguns companheiros, refugia-se da Palestina depois da crucificação e funda a primeira igreja cristã na Bretanha, em Glastonbury;

43 d.e.c.
- Um exército romano desembarca na Bretanha e ocupa o país durante 40 anos;

61 d.e.c.
- A Revolta de Boudicca (Boadicea);
- Massacre dos druidas pelo Império Romano;

120 d.e.c.
- A Bretanha é incorporada ao Império Romano por meio de tratado;

324 d.e.c.
- Por decreto do Imperador Constantino, o Cristianismo torna-se a religião oficial do Império Romano;

410 d.e.c.
- Queda de Roma e fim do domínio romano na Bretanha (foi neste quinto século que o rei Arthur deve ter vivido, caso tenha tido uma existência histórica);

553 d.e.c.
- O Conselho de Constantinopla declara a doutrina da reencarnação como sendo uma heresia;

597 d.e.c.
- Santo Agostinho traz o Cristianismo Papal para a Bretanha, agora extensivamente estabelecido entre os anglos, saxões, jutos e dinamarqueses;

607 d.e.c.
- recusa dos cristãos célticos em reconhecer a supremacia de Roma;
- Massacre dos bispos célticos;
- Incêndio da biblioteca de Bangor;

Século VIII
- “Liber Poenitentialis”, de Theodore, proibe a prática da dança usando máscaras de animal, especialmente as de animais de chifres (as pessoas tinham o costume de dançar usando máscaras, como os pagãos faziam);

900 d.e.c.
- O Rei Edgar lamentou o fato de que os Antigos Deuses eram muito mais adorados em seus domínios do que o Deus cristão;

906 d.e.c.
- Regino, em seu “De Eclesiástica Disciplinis”, apresenta o famoso “Canon Episcopi”, denunciando as “mulheres más” que cavalgavam pela noite “com Diana, a deusa dos pagãos”, obedecendo-a como uma deusa e sendo chamados ao seu serviço em certas noites. Esse texto serviu de autorização para a morte de milhares de pessoas;

1066: A conquista Normanda;
1090 a 1270: A era das Cruzadas que terminou em fracasso;

1100: Morte de William Rufus (que provavelmente era um pagão);

1207: Papa Inocêncio III começou a pregar a Cruzada Albigense, dirigida contra os cátaros no Sul da França;
1234: Extermínio dos Stendigers;
1290: Eduardo I expulsa os judeus da Bretanha;

1303: O Bispo de Coventry foi acusado de Bruxaria pelo papa;
1307 a 1314: Perseguição dos Cavaleiros Templários;
1316 a 1334: Período do papado de João XXII, autor de alguns dos primeiros decretos formais contra a Bruxaria;
1324: Julgamento de Dame Alice Kyteler pelo Bispo de Ossory. Ela refugiou-se na Bretanha, onde tinha amigos “bem colocados”; diziam que o Bispo era um deles e a julgou depois que esta cortou relações;
1349: Fundação da Ordem da Jarreteira por Eduardo III (que pode ter sido pagão);

1406: Rei Henrique IV instrui o Bispo de Norwich a procurar e prender as bruxas e feiticeiros na sua diocese;
1430: Julgamento de Joana D’Arc;
1484: Bula Papal do Papa Inocêncio VIII, “Summis desiderantes affectibus”, um ataque feroz aos hereges e bruxas);
1486: Publicação do “Malleus Malleficarum”, sinal da perseguição severa e difundida;

1541: A lei da Bruxaria foi aprovada no reinado de Henrique VIII. Isso indica que as bruxas eram reconhecidas como uma seita herética e confirma a velha história da “era das fogueiras”;
1547: A lei de Henrique VIII foi revogada por Eduardo VI;
1562: Outra lei da Bruxaria foi aprovada, no reinado de Elizabeth I. Na primeira ofensa, a punição era a exposição ao ridículo e, depois de três condenações, morte;
1563: O Parlamento da Rainha Mary, Rainha dos Escoceses, aprovou uma lei decretando morte às bruxas, o que resultou em uma média de 200 mortes por ano, durante um período de 39 anos. Durante os 9 primeiros anos, os números não chegavam a tanto, mas entre os anos de 1590 a 1593, as mortes chegaram a 400 por ano;
1584: Primeira edição de “Discoverie of Witchcraft”, primeiro livro a abordar a Bruxaria de forma racionalista e longe dos absurdos pregados; James I ordenou que o livro fosse queimado;
1597: James VI da Escócia publicou em Edimburgo seu tratado de Demonologia e Bruxaria, o que significa apoio da realeza à caça às bruxas;

1604: A Lei da Bruxaria de James I, a mais severa já introduzida na lei civil inglesa. Havia uma lista de três mil bruxas que foram executadas e, a partir daí, o número de execuções anuais foi para 500 (apenas na Bretanha). Durou muitos anos;
1644: Matthew Hopkins começou seu negócio como “General Caçador de Bruxas”, transformando-o em uma carreira lucrativa, oferecendo 20 xelins por bruxa encontrada; em seguida, ele teve vários imitadores;
1681: Lançamento do livro “Sadducismus Triumphatus”, em resposta à crescente descrença das pessoas mais instruídas a respeito da caça às bruxas; tinha-se tornado algo enfadonho;

1711: Último julgamento de Bruxaria na Grã-Bretanha. Jane Wenham foi julgada e considerada culpada pelo júri, condenada à morte, porém, o juiz não aceitou as provas e revogou o caso, libertando-a;
1722: Uma idosa foi queimada como bruxa em Domoch, na Escócia. Esta foi a última execução judicial na Escócia;
1735: No reinado de George II, a lei de Bruxaria de 1735, a qual dizia que, na verdade, a Bruxaria não existia e que ninguém deveria ser processado por isso no futuro, mas quem “fingisse” ter poderes paranormais deveria ser processado como impostor;
1749: Girolamo Tartarotti publicou o livro “Del Congresso Nottorno delle Lammie”, afirmando que a Bruxaria era derivada do antigo culto a Diana e fez uma distinção entre esta e a magia cerimonial, que procurava conjurar demônios; foi um dos primeiros escritores a tomar essa linha;

1809: Velhas idéias ainda persistem na escócia, quando é publicado o Dicionário de Brown, dizendo que uma bruxa é aquela que tem ligações com o diabo;
1848: O Espiritualismo moderno foi fundado como resultado das investigações dos fenômenos produzidos pelas irmãs Fox na América (tais fenômenos já tinham ocorrido antes, mas jamais foram investigados). A Igreja denunciou o Espiritualismo como “diabólico”;
1857: Allan Kardec reintroduziu publicamente a antiga doutrina da reencarnação na Europa;
1892 a 1897: Dr. Charles Hacks e Gabriel Jogand publicaram na França uma série de “revelações acerca do Satanismo”, com o máximo de sensacionalismo, mas nas quais o clero acreditava piamente. A maioria das descrições modernas de “Satanismo” é, na verdade, baseadas em tais “revelações”;

1921: A Dra. Margaret Alice Murray publica o famoso “Culto das Bruxas na Europa Ocidental”, seguido de “O deus das Feiticeiras”. Nesses livros, a autora declarou que a Bruxaria era o que restou das antigas religiões pagãs dos europeus, e não um culto ao diabo;
1939: Data aproximada em que Gardner começou a praticar Bruxaria;
1948: Publicação de “A Deusa Branca”, de Robert Graves, sobre as culturas de culto à Deusa;
1949: Gerald Gardner, sob o pseudônimo “Scirce”, publicou um romance histórico chamado “High Magic’s Aid”. Pelo que consta, era o primeiro livro escrito por um bruxo iniciado;
1951: Revogação das últimas leis anti-Bruxaria na Inglaterra;
1954: Publicação do livro “A Bruxaria Hoje”, de Gerald Gardner, o primeiro livro falando realmente sobre quem eram as bruxas e o que faziam;
1955: Uma mulher foi queimada como bruxa no México, a 85 milhas do Texas, sob as ordens de um sacerdote local, realizada pela polícia da cidade;
1963: Iniciação de Raymond Buckland no coven de Gardner;
1963 a 1965: Introdução da Wicca nos Estados Unidos por Raymond Buckland;
1964: A Wicca Alexandrina, ramificação da Gardneriana, entra nos Estados Unidos;
1971: Publicação do livro “Witchcraft From Inside”,d e Raymond Buckland; no mesmo ano, foi publicado o livro “What Witches Do”, dos Farrar;
1974: Publicação do “Livro das Sombras” de Lady Sheeba, uma versão do BOS gardneriano; no mesmo ano, Raymond Buckland publica “The Three”, afirmando que não existe nenhum problema em um bruxo iniciar a si mesmo e montar um coven, mesmo sem estar preparado para tal; depois deste livro, outros sugerindo o “como se iniciar” surgiram no mercado, aproveitando a onda;
1975: Início dos festivais pagãos, tais como o Pagan Spirit Gathering e o Pan Pagan, que duram até hoje; outros festivais foram surgindo durante a década seguinte;
1979: Publicação de “Dança Cósmica das Feiticeiras”, de Starhawk;
1996: Estréia do filme “Jovens Bruxas”, inspirado na religião Wicca;
1997: Lançamento da série Harry Potter que, junto com a internet, impulsionou um verdadeiro boom de buscas e informações sobre Bruxaria no mundo cada vez por mais pessoas;

 

 

Escrito por Marcos Barolli às 11:21 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, VILA AURORA, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, French, Arte e cultura, Moda
Outro -

Histórico